January 26, 2017

February 28, 2016

Please reload

Postagem recente

Eu fugi, mas o mundo acadêmico me pegou

January 25, 2017

1/2
Please reload

Postagem em destaque

Por que estudar rap?

June 11, 2015

O futebol é a minha grande paixão, sobretudo, o meu glorioso Baraúnas. Meu pai, o engenheiro Carlos Guerra, ensinou que o mais importante da escolha profissional é fazer aquilo que gosta e, daí, nunca vai estar trabalhando. Foi assim que me senti nos oito anos dedicados a prática do jornalismo esportivo, desde os blogs e o meu Pimba na Gorduchinha, até a assessoria de atletas de futebol.
 

Nas duas faculdades e pós-graduação, eu abri o leque e passei a estudar o esporte em si. Entrevistando vários atletas de outros esportes, através do Band Esportes e Ação, a reclamação era a mesma de que só o futebol ganhava a atenção.


Todavia, no meio do meu mestrado decidi mudar de área. Foi exatamente em um vídeo apresentado Questões Críticas dos Media que decidi mudar os rumos dos meus estudos. No vídeo, uma menina negra se sentia mais feliz com uma boneca branca e ficava triste ao perceber que parecia mais com a boneca negra. As crianças não mentem, agem de acordo com os seus desejos. Até por isso a minha primeira letra de música (que perdi pelos pc´s da vida)  foi “Eu quero ser uma eterna criança”.


Aquela imagem da menina negra ficou guardada na minha memória. Lembrou-me dos melhores momentos da minha infância, vividos no Bom Jardim, bairro periférico de Mossoró (RN), onde a maior parte da minha família materna vive. Apesar de ser um lugar que me fazia feliz, o preconceito estava enraizado ali, onde negros queriam ser brancos e pobres só pensavam em ser mais ricos do que alguém. Os meus pais são de classe média alta e a gente tinha o respeito de todos, justamente porque eu, meus pais e meus irmãos nunca quisemos ser melhores do que ninguém no Bom Jardim. 

                                                                                           Crédito Fotográfico: Wilson Moreno


Estudando sobre esporte ou, sobretudo, o futebol, eu poderia acrescentar pouco para que novas meninas negras sonhassem apenas em ser brancas. A essência do futebol é entretenimento e quem prevalece são as grandes empresas e marcas famosas. Aqueles bilhões movimentados no futebol refletem em mais pobreza para bairros periféricos como o Bom Jardim (foto ao lado representa manifestação dos ursos de carnaval, tradicional no bairro). 

Eu relembrei os ensinamentos do meu pai, para tomar uma nova decisão. Eu precisava fazer algo que eu gostasse, para aprofundar-me nos estudos, mas também algo que fosse útil na luta contra o preconceito, a pobreza e diversos problemas sociais. Entre os meus sonhos de criança, ser músico era um deles, por isso, tentei vários projetos musicais, mas faltava talento. 


Entre os ritmos musicais de preferência, o rap é o número 1, justamente por ser música de conteúdo transmitida por pobres e negros, para os próprios negros e pobres. Eles mostram a realidade que sofrem, buscam entender os motivos da alienação das pessoas e esclarecem para periferia que eles podem fazer melhor. Depois que fiz essa reflexão, não tive dúvidas de que deveria estudar rap.


O rap é educação e, apesar de não estar presente na cultura de Mossoró, está ligado ideologicamente com os ensinamentos dos meus pais. Minha mãe, como professora, criou um projeto de leitura na biblioteca de uma escola pública no Bom Jardim. Ela quer, assim como propõe o hip hop, que as pessoas tenham mais esclarecimento e leiam, seja o que for, para criar o hábito. Meu pai é a pessoa mais fraterna que conheço. A fraternidade individual, sem qualquer interesse de reciprocidade, é uma das principais virtudes para lutar por um mundo mais justo.


O rap é educação para as pessoas carentes. O rap mostra a realidade delas e busca debater o caminho para melhorias. A grande prova que o principal intuito do rap é educar, é que o primeiro livro brasileiro sobre rap, lançado em 1999, o título é “Rap é Educação, Rap e Educação”.


Enfim, é pelo povo de tantos "Bom Jardins" espalhados pelo mundo, que eu decidi estudar rap.

Please reload

Siga-me

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Procurar por tags
Please reload

Arquivo
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square

© 2015 por  CARLOS GUERRA JÚNIOR Humildemente criado com Wix.com