"Mendonça Júnior, F.C.G."... Que nome é esse?

Na época do antigo Orkut, eu respondi a pergunta do "Quem sou eu?" com uma série de apelidos que tinha e tenho (que não são poucos, passa dos 50). Uns pejorativos, outros engraçados, outros apenas abreviação do nome e outros apenas para se referir mais fácil. Os mais usuais são CJ (abreviação de Carlos Júnior) e Mossoró (cidade em que nasci e os amigos de Coimbra-Portugal preferem chamar).

Todavia, o meu nome no registro é Francisco Carlos Guerra de Mendonça Júnior. Quando eu passei a trabalhar como jornalismo, eu tinha que escolher apenas um nome para me referir e optei inicialmente pelo mais usado, entre os não apelidos: Carlos Júnior.

O meu professor e editor no Jornal Metropolitano aconselhou que o nome estava sem vida, faltava um sobrenome. Com isso, passei então a utilizar Carlos Guerra Júnior, até mesmo porque eu sou o Júnior do meu pai, o engenheiro Carlos Guerra.

Mossoro.jpg

Agora, na comunidade científica, deparo-me com mais um problema de nome. O Carlos Guerra Júnior não é mais habitual, pois as citações são dadas com o seu último sobrenome. Considerando que Júnior não é sobrenome, o Sistema Lattes colocou automaticamente meu nome para referências como "Mendonça Júnior, F.C.G."

Então se for visto em algum texto uma citação de "Mendonça Júnior" ou uma referência bibliográfica com "Mendonça Júnior, F.C.G." ou "Mendonça Júnior, Francisco." saiba que trata-se do jornalista Carlos Guerra Júnior.


Postagem em destaque
Postagem recente
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga-me